Imprensa

Beiramar Shopping Shopping realiza a primeira edição da Vitrine do Caminho Cervejeiro da Grande Florianópolis

Evento que acontece de 19 a 31 de agosto tem como objetivo divulgar a rota turística e as cervejarias da região. Estima-se que o consumo de cerveja artesanal na região já corresponda a 20%.

De 19 a 31 de agosto o Beiramar Shopping estará na rota dos apreciadores de cerveja artesanal. É que em conjunto com o SEBRAE/SC, AMPE Metropolitana, Caminho Cervejeiro e a União Cervejeira, o shopping realiza a primeira edição da Vitrine do Caminho Cervejeiro da Grande Florianópolis. O evento reunirá oito cervejarias locais com o objetivo de divulgar a rota turística e as cervejarias da região. Será realizada a comercialização dos produtos, bem como degustações guiadas e workshops cervejeiros.

Desde 2016 o SEBRAE/SC, em parceria com a AMPE Metropolitana e com a União Cervejeira da Grande Florianópolis, promove ações para elevar a competitividade e a sustentabilidade dos pequenos negócios da cadeia de valor do turismo, com foco nas microcervejarias. Entre as ações desenvolvidas, destaque para a criação e divulgação do Caminho Cervejeiro da Grande Florianópolis, rota turística que percorre 10 cervejarias da região, desde Tijucas até Rancho Queimado. Para que o público conheça melhor essa rota e a produção cervejeira da região, o SEBRAE/SC e as entidades parceiras promovem a Vitrine do Caminho Cervejeiro da Grande Florianópolis. “O grande objetivo desse evento é fazer a divulgação institucional dessa rota Turística. Par isso, montamos um espaço em que serão apresentadas as cervejarias e seus rótulos. Além disso, o público poderá degustar os chopes e participar de palestras, que serão ministradas pelo Science of Beer Institute e irão abordar temas relacionados às cervejas artesanais e especiais. Com esse evento, pretendemos valorizar a Grande Florianópolis como um polo com alta qualidade em cervejas artesanais”, explica Soraya Tonelli – Coordenadora Regional do SEBRAE da Grande Florianópolis. A participação do público é gratuita.

Serão mais de 40 rótulos a disposição do público, dentre eles muitos premiados nacional e internacionalmente, com valores a partir de R$8. “Os visitantes poderão conhecer e adquirir em um só local as cervejas premiadas produzidas na região”, comenta Renildo Nunes, presidente da União Cervejeira, associação que reúne os produtores de cerveja da região. Segundo a FAMPESC, estima-se que o consumo de cerveja artesanal na região já corresponda a 20%.

Para Alcides Andrade, presidente do Grupo de Trabalho sobre Turismo Cervejeiro em Santa Catarina, o fomento de rotas turísticas com ênfase nas microcervejarias atrai visitantes com alto poder aquisitivo, qualificando o turismo na região.

Entre as ações que já foram realizadas com as cervejarias participantes do projeto, destaque para o diagnóstico empresarial, planejamento estratégico, desenvolvimento da rota turística, missão empresarial, ações de acesso a mercado com participação em eventos de turismo, capacitações e consultorias, e ações de promoção institucional do Caminho Cervejeiro da região.

Segundo Piter Santana, presidente da AMPE Metropolitana, a Grande Florianópolis produz cervejas de alta qualidade, e a promoção dos produtos locais desenvolve a região com geração de empregos e distribuição de renda.

Cervejarias participantes do evento:
– Cervejaria Bayer Bier – Florianópolis
– Cervejaria da Ilha – Florianópolis
– Cervejaria Faixa Preta – Santo Amaro da Imperatriz
– Cervejaria Kairós – Florianópolis
– Cervejaria Siriú – Garopaba
– Cervejaria Sunset Brew – Tijucas
– Cervejaria Unika – Rancho Queimado
– Cervejaria Weinmann – São José

“As parcerias estratégicas para o evento consolidam a importância e seriedade do grupo de empresas que buscam coletivamente fortalecer a cadeia de valor das cervejas artesanais no destino da Grande Florianópolis”, finaliza Soraya.

Sobre as palestras e degustações
Todas as palestras e degustações serão coordenadas pelo Science of Beer Institute e realizadas diariamente às 19h.

Confira o calendário com a temática e estilo de degustação:

19/08 – Apresentação da programação Science of Beer e cervejarias da região
Coordenação: Lívia de Liz – Science of Beer Institute

20/08 – Palestra: Influência da cerveja no futuro da Gastronomia
MasterChef Valter Herzmann

21/08 – Bate-papo com as cervejarias artesanais do Caminho Cervejeiro Grande Floripa
Coordenação: União Cervejeira

22/08 – Degustação Guiada (Escola Americana, Belga, Alemã e Inglesa)
Coordenação: Pedro Savas – Science of Beer Institute

23/08 – Degustação Guiada (Escola Americana, Belga, Alemã e Inglesa)
Coordenação: Daniel Moro – Science of Beer Institute

24/08 – Degustação Guiada (Escola Americana, Belga, Alemã e Inglesa)
Coordenação: Daniel Moro – Science of Beer Institute

25/08 – Técnicas de degustação
Conversa com o público, explicando algumas técnicas de degustação, sabores básicos, análise sensorial, finalizando com degustação das cervejas expostas.
Coordenação: Rudy Fávero – Science of Beer Institute

26/08 – Profissão Sommelier de Cervejas
Conversa com o público sobre a profissão Sommelier de Cervejas, principais campos de atuação, desafios de formação e tendências de mercado.
Coordenação: Science of Beer Institute

27/08 – É possível fazer cerveja em casa?
Apresentação de matérias primas, equipamentos básicos e desafios para fabricar cerveja em casa.
Coordenação: Marcelo Guaragna – Science of Beer Institute

28/08 – História da Cerveja e suas escolas
História da cerveja e sua evolução, escolas cervejeiras e influências atuais.
Coordenação: Leonardo Duarte – Science of Beer Institute

29/08 – Cerveja vista como negócio
Conversa com o público sobre os desafios de empreender atualmente no país. Meios burocráticos, tendências, desafios e tomadas de decisão.
Coordenação: Pedro Savas – Science of Beer Institute

30/08 – É possível fazer cerveja em casa?
Apresentação de matérias primas, equipamentos básicos e desafios para fabricar cerveja em casa.
Coordenação: Leonardo Duarte – Science of Beer Institute

31/08 – Profissão Sommelier de Cervejas
Conversa com o público sobre a profissão Sommelier de Cervejas, principais campos de atuação, desafios de formação, tendências de mercado.
Coordenação: Amanda Reitenbach – Science of Beer Institute

Eventos Festival da Cerveja de Rancho Queimado terá mais de 20 rótulos da região

A primeira edição do Festival da Cerveja de Rancho Queimado reunirá mais de 20 rótulos, de quatro cervejarias, no próximo dia 27 de maio, na praça central coberta do município, localizado na região Metropolitana de Florianópolis. Estão confirmadas as marcas Faixa Preta, Cervejaria da Ilha, Unika e Weinmann. O evento terá praça de alimentação, apresentações culturais e música ao vivo, entre 11h e 23h. A promoção é da Associação dos Empreendedores de Micro e Pequenas Empresas e dos Empreendedores Individuais da Região Metropolitana de Florianópolis (Ampe Metropolitana) e Associação de Microcervejarias da Região Metropolitana de Florianópolis (União Cervejeira), com apoio da Prefeitura de Rancho Queimado e CDL.

A Ampe Metropolitana criou no ano passado o Núcleo Cervejeiro, para realizar um trabalho dirigido a um segmento com expressivo crescimento no Brasil e em Santa Catarina. Ao lado da União Cervejeira, Fampesc e Sebrae, a entidade tem participado de diversos festivais, além de ser uma das criadoras do Caminho Cervejeiro, rota turística pelas microcervejarias da região.

Cada microcervejaria participante do Festival da Cerveja de Rancho Queimado possui suas receitas próprias. Com qualidade e inovação, produzem vários estilos de cerveja, para agradar a todos os gostos. Conheça um pouco mais de cada uma delas.

Faixa Preta

O que judô e cerveja têm em comum? A resposta é muito simples: paixão. Localizada em Santo Amaro da Imperatriz, a Faixa Preta é uma cervejaria Rock and Roll bem descolada, que lembra suas origens através do slogan “Beba essa Arte”. Com uma produção disciplinada como a arte marcial na qual se inspira, segue uma regra: produzir uma cerveja faixa preta para um público exigente.

No Festival: Hajime – Pilsen, Grand Shihan – Weiss, Dragon Rock – Dunkel Weiss e Lord Dan – Dubbel.

Cervejaria da Ilha

A Cervejaria da Ilha, de Florianópolis, deve ser lembrada como sinônimo de tradição e qualidade. A cervejaria mais antiga da Grande Florianópolis, fundada em 1999, vem com esse espírito de pioneirismo para apresentar ao público cervejas que representam o maior atrativo de Florianópolis: as suas belas praias.

No Festival: Joaquina Weizen, uma cerveja de trigo, refrescante como o mar da Joaca; a Ingleses Pale Ale (IPA) e o Chopp Ilhéu (Pilsen).

Unika Cervejaria

Situada em Rancho Queimado, região serrana da Grande Florianópolis, produz 12 estilos de cervejas, divididos entre duas marcas: BRUXA, dedicada às cervejas da escola belga, e UNIKA, das escolas alemã e americana. Sua produção segue os mais altos padrões de qualidade e é comandada pelos premiados cervejeiros Vinícius Carpentieri e Ronaldo Dutra Ferreira.

No Festival: Belgian Blond, Belgian Ipa, West Coast IPA, Black IPA, Coffee Black IPA, Triple Ipa, German Lager, Saison, Dark Saison, Passion Ipa (maracujá) e Strawberry Fields (morango).

Cervejaria Weinmann

Com receitas para orgulhar qualquer ‘Oma’, a cervejaria da família Weinmann, de São José, busca um sabor único e inconfundível. As cervejas são produzidas com 100% de malte, lúpulos de alta qualidade e carbonatação natural na garrafa, além de utilizarem sempre leveduras do tipo Ale, de alta fermentação.

No Festival: Pale Ale, Weiss, Smoked Ale e Red Strong Ale, elaborada com um blend de três maltes de cevada importados.


SERVIÇO

Festival da Cerveja de Rancho Queimado

Evento gratuito

Local: Praça central coberta de Rancho Queimado

Data: 27 de maio

Horário: 11h às 23h


Workshop para cervejarias artesanais trata de temas como tributação, crédito e exportação

Com o crescimento da produção e do consumo de cervejas artesanais no Brasil e no mundo, as microcervejarias catarinenses preparam-se para qualificar sua atuação no mercado. Temas como tributação, formação de preço, internacionalização das empresas, exportação e linhas de crédito serão tratados em um workshop, em Florianópolis, no próximo dia 31, a partir das 8h30, na sede do Conselho Regional de Contabilidade, que organiza o evento ao lado da Federação das Associações de Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Fampesc) e da Associação de Microcervejarias da Região Metropolitana de Florianópolis (União Cervejeira).

O workshop destina-se a proprietários, dirigentes e contadores das microcervejarias catarinenses. A atividade tem apoio da Associação dos Empreendedores de Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais da Região Metropolitana de Florianópolis (Ampe Metropolitana), Rota Turística Caminho Cervejeiro e Sebrae/SC. “Ao lado dos grandes festivais, que levam ao público a excelência das cervejas catarinenses, este workshop é um passo importante para que as microcervejarias estejam bem estruturadas ao ocuparem um mercado crescente, formado por consumidores que buscam mais qualidade e diversidade”, explicou Alcides Andrade, presidente da Fampesc.

Como exemplo do avanço do segmento e do potencial de exportação, um estudo realizado entre 2013 e 2014 nos Estados Unidos revela que, enquanto o aumento no volume total do consumo de cervejas foi de 0,5%, as artesanais cresceram 19,4%, passando a ocupar 11% do mercado naquele país. No mesmo período, os EUA importaram 3,4 bilhões de litros. O consumo total chega a 23 bilhões de litros por ano, o que corresponde a 13,2% do mundo. Lá, as cervejas são feitas por 3.400 produtores. No Brasil, o consumo é de 14 bilhões de litros/ano, equivalente a 6,7% do mundo, com cerca de 250 produtores.

MAIS INFORMAÇÕES: 
cursos1@crcsc.org.br | (48) 3027-7039

Painelistas

Tributação nas Cervejarias Artesanais e Formação de Preço

Itelvino Schinaider – contador com mais de 26 anos de experiência na área contábil e societária; consultor tributário em Tributos Diretos, Planejamento Tributário e Reorganização Societária; especializado em Contabilidade Gerencial e Tributária; perito contábil judicial; coordenador de projetos de custos;  membro do Conselho de Administração do Banco do Vale; presidente do Sindicato dos Contabilistas – Sindicont Blumenau e sócio diretor da Alliance Assessoria Contábil e Tributária.

Mauricio Natal Spilere – advogado tributarista e sócio do escritório Diogo Pítsica Advocacia, com atuação na área de Direito Tributário, em contencioso administrativo e judicial e consultoria fiscal. Conselheiro Julgador do Tribunal Administrativo Tributário do Estado de Santa Catarina, atualmente compondo a 2ª Câmara de Julgamento e a Câmara Especial de Recursos. É representante jurídico da FAMPESC.

Internacionalização das empresas e Promoção da Exportação

Douglas Cândido – executivo de empresa norte-americana especializada em internacionalização de empresas nos Estados Unidos; representante do Sebrae, é administrador com ênfase em Comércio Exterior (Estácio de Sá) e MBA em Gestão de Negócios Internacionais (FGV); consultor, palestrante, professor e instrutor de comércio exterior e internacionalização de empresas.

Linhas de Crédito para a Micro e Pequena Indústria

Luis Carlos Floriani – Diretor Superintendente do Banco do Empreendedor (Florianópolis); Diretor Superintendente do Instituto Casa do Empreendedor (Joinville); Conselheiro Fiscal da AMCRED-SC (Associação das Organizações de Microcrédito de SC); ex-presidente da Fampesc, Ajorpeme e Sebrae/SC; Organização de Microcrédito Solidário CREDICONFIANÇA; Banco do Empreendedor; Associação de Crédito Solidário do Norte e Nordeste de Santa Catarina; Associação das Organizações de Microcrédito e Microfinanças de Santa Catarina – AMCRED/SC; atuou no Conselho de Desenvolvimento Econômico do Estado de Santa Catarina; Conselho Deliberativo do SEBRAE/SC; Fundação de Ciência e Tecnologia de Santa Catarina – FAPESC; Fórum Permanente da Micro e Pequena Empresa do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; Conselho e Diretoria do Movimento Nacional da Micro e Pequena Empresa; e Confederações Nacionais da Micro e Pequena Empresa no Brasil.

Richard Cunha Schmidt – formado e Administração pela UFSC, tem pós-graduação em Gestão Estratégica de Empresas (FEPESE/UFSC) e é mestrando do Curso de Mestrado Profissional em Administração (UDESC). Atua como analista de projetos no Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). Foi técnico de fomento na Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina S.A. (BADESC) e trader de grãos na Bunge Alimentos S.A.

Programação

8h30 – Welcome Coffee / Credenciamento

9h10 – Abertura

9h30 – Tributação nas Cervejarias Artesanais e Formação de Preço

Itelvino Schinaider – CRC

Mauricio Spilere – Advogado Tributarista – FAMPESC

10h30 – Internacionalização das empresas e Promoção da Exportação

Douglas Cândido – Sebrae-SC

11h – Linhas de Crédito para a Micro e Pequena Indústria

Luis Carlos Floriani – Banco do Empreendedor

Richard Cunha Schmidt – BRDE

Sucesso do Floripa Beer Experience contribui para crescimento das microcervejarias da região

A primeira edição do Floripa Beer Experience reuniu mais de 3.500 pessoas, dias 10 e 11, no CentroSul, e mostrou a importância de eventos que levem ao público a qualidade das cervejas produzidas na Região Metropolitana de Florianópolis. Realizado pela União Cervejeira (Associação das Microcervejarias da Região Metropolitana de Florianópolis), com apoio da Ampe Metropolitana, apresentou mais de 70 rótulos, de 12 cervejarias: Faixa Preta, Badenia, Cervejaria da Ilha, Cozalinda, Jester, Kairós, Unika, Weinmann, The Liffey, Cervejaria da Lagoa, Sunset Brew e Kiezen Ruw. Além da gastronomia, em uma área com food trucks, foram realizados shows com as bandas Time Bomb, Samba,The Jovens, Otávio Marcolla Blues Band e Get Back.

A Ampe Metropolitana organizou um espaço no local, para veículos credenciados junto a seu núcleo de motoristas privados por aplicativos. A iniciativa facilitou e agilizou o transporte do público na saída do evento.

“A Ampe, que tem microcervejarias entre seus associados, participa ativamente de atividades que buscam o desenvolvimento do setor”, explicou Piter Santana, presidente da entidade. Em janeiro, ao lado da União Cervejeira, foi uma das promotoras do Festival da Cerveja da Grande Florianópolis, em Canasvieiras. O sucesso de público fez com que o evento, previsto para ser realizado apenas no período entre os dias 5 e 7, tivesse que ser repetido por mais três dias, na semana seguinte. A Ampe também é uma das criadoras, junto à União Cervejeira, do Caminho Cervejeiro, rota turística que tem como objetivo estimular visitas às unidades de produção e microcervejarias, com apreciação das cervejas locais, integração com gastronomia e outros atrativos da região.

Science of Beer

Uma outra atração do Floripa Beer Experience foi o Science of Beer Institute, instituição de ensino com sede em Florianópolis, responsável por promover cursos voltados ao mercado cervejeiro em todo o país, desde 2013. De acordo com a Abrabe (Associação Brasileira de Bebidas), as microcervejarias devem alcançar 2% do mercado brasileiro de cerveja em 10 anos. Hoje, são aproximadamente 200 microcervejarias registradas no país, em especial no Sul e Sudeste, produzindo uma variedade de mais de 120 estilos.

Veja fotos do Floripa Beer Experience em:
facebook.com/FloripaBeerExperience

Acesse também:
caminhocervejeiro.com.br

Floripa Beer Experience terá mais de 70 rótulos de 12 cervejarias da região

Primeira edição do evento será realizado nos dias 10 e 11 de fevereiro, no CentroSul, e terá ainda food trucks e cinco shows

Fevereiro será um mês especial para os apreciadores de uma boa cerveja artesanal e para quem quer entender mais deste universo, a partir de novas experiências com sabores e estilos variados. A 1ª edição do Floripa Beer Experience, nos dias 10 e 11, no CentroSul, terá mais de 70 rótulos, de 12 cervejarias da região metropolitana de Florianópolis: Faixa Preta, Badênia, Cervejaria da Ilha, Cozalinda, Jester, Kairós, Unika, Weinmann, The Liffey, Cervejaria da Lagoa, Sunset Brew e Kiezen Ruw. A organização é da União Cervejeira, com apoio da Ampe Metropolitana.

No amplo Centro de Convenções localizado na região central da cidade, o público terá ainda uma área de alimentação, com food trucks, além de cinco shows. Na sexta-feira, haverá apresentação das bandas Time Bomb e Samba CEFID. No sábado, The Jovens, Otávio Marcolla Blues Band e Get Back.

Outra presença especial no evento será do Science of Beer Institute, instituição de ensino com sede em Florianópolis, responsável por promover cursos voltados ao mercado cervejeiro em todo o país, desde 2013. De acordo com a Abrabe (Associação Brasileira de Bebidas), as microcervejarias devem alcançar 2% do mercado brasileiro de cerveja em 10 anos. Hoje, são aproximadamente 200 microcervejarias registradas no país, em especial no Sul e Sudeste, produzindo uma variedade de mais de 120 estilos. Em 2013, o instituto formou 50 novos sommeliers de cerveja em Ribeirão Preto (SP) e Florianópolis. Em 2014, novas turmas foram abertas no Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e novamente em Florianópolis e Ribeirão Preto.

Caminho Cervejeiro

O Floripa Beer Experience também fortalece a divulgação do Caminho Cervejeiro entre o público local e visitantes de outras cidades. Trata-se de uma rota turística criada recentemente por iniciativa da União Cervejeira e da Ampe Metropolitana, com apoio do Sebrae. O objetivo é estimular visitas às unidades de produção e microcervejarias, com apreciação das cervejas locais, integração com gastronomia e outros atrativos da região.

União Cervejeira

Criada em 2014, a União Cervejeira (Associação das Microcervejarias da Região Metropolitana de Florianópolis) tem como objetivo criar um importante polo do segmento na região, através da promoção da cultura cervejeira, em ações tanto para o consumidor local, quanto para o turista. A entidade realizou em 2015 e 2016 a Beer Week Grande Floripa, no Centro Multiuso de São José, com grande sucesso de público.

Ampe Metropolitana

A Ampe Metropolitana – Associação dos Empreendedores de Micro e Pequenas Empresas e dos Empreendedores Individuais da Região Metropolitana de Florianópolis, foi fundada em 09 de Abril de 2010. Atua para fortalecer o segmento no mercado, contribuindo para o aumento da competitividade e do desenvolvimento profissional e econômico da região.

Conheça as cervejarias e as cervejas que estarão no Floripa Beer Experience

Faixa Preta (Santo Amaro da Imperatriz)

O que judô e cerveja têm em comum? A resposta é muito simples: paixão. Com uma produção disciplinada e alto padrão de qualidade em todos os processos, a Cervejaria Faixa Preta só segue uma regra: produzir uma cerveja faixa preta para um público exigente. Num conceito bem descolado misturando arte, rock and roll e judô, a Faixa Preta oferece suas cervejas em barris e em garrafas. Reserve sua agenda para visitar a fábrica e “Beba Essa Arte”.

Hajime (Pilsen), Lord Dan (Dubbel), Dragon Rock (Dunkel Weiss), Grand Shihan (Weiss); Traíra (Pale Ale).

Badenia (Santo Amaro da Imperatriz)

A Cervejaria Badenia, de Santo Amaro da Imperatriz, produz seus chopes com maltes e lúpulos especialmente selecionados e importados da Alemanha. Aliados às famosas águas da Serra do Tabuleiro, conferem um sabor único e especial à bebida que é produzida rigorosamente de acordo as regras da Lei da Pureza Alemã, de 1516.

Greifenbier “Munique Helles”, Greifenbier “Munique Dunkel”, Greifenbier “Badische Weisse”, Greifenbier “Kölsch” (lançamento).

Cervejaria da Ilha (Florianópolis)

A Cervejaria da Ilha, de Florianópolis, deve ser lembrada como sinônimo de tradição e qualidade. A cervejaria mais antiga da Grande Florianópolis, fundada em 1999, vem com esse espírito de pioneirismo para apresentar ao público cervejas que representam o maior atrativo de Florianópolis: as suas belas praias.

Chopp Ilhéu (Pilsen), Jurerê Gold (Export Gold), Ingleses (IPA), Joaquina Weizen (Weizen).

Cozalinda (Florianópolis)

A manezinha Cozalinda nasceu para brindar à Ilha da Magia, com cervejas tão artesanais quanto a renda de bilro e tão especiais quanto o pôr do sol do Sambaqui. São cervejas leves e fáceis de tomar, ideal para o público que começa a procurar novas marcas de cerveja. Mesmo assim, são cervejas saborosas e com aromas bem definidos, os quais trazem riqueza de sensações que agradam os paladares mais exigentes e apreciadores de cerveja artesanal, mas sem assustar o público leigo. Oferece suas cervejas em barris e em garrafa.

Cozalinda Lager, Curió Witbier, Curió Witbier com Hortelã, Curió Witbier com Manjericão e Pimenta Sichuan (lançamento), Floripa IPA, Floripa IPA com lúpulos da Enseada de Brito (lançamento), Floripa IPA com Brettanomyses e maturada em barril de carvalho Francês (lançamento), Saison da Saudade (lançamento), Saison Praia do Meio (lançamento).

Jester (Águas Mornas)

A premiada Jester, de Águas Mornas, tem uma grande variedade de cervejas, de alta qualidade e feitas para atender aos mais diversos paladares. Atualmente possuímos quatro tipos de chopes e os distribuímos em barris por toda a região da Grande Florianópolis (Ilha, São José, Palhoça, Águas Mornas, Santo Amaro e regiões próximas).

Pilsen (bronze no Festival Brasileiro de Cerveja de Blumenau, em 2015), APA, IPA e Flanders Red Ale (prata Festival Brasileiro de Cerveja de Blumenau, em 2016).

Kairós (Florianópolis)

A Cervejaria Kairós oferece uma diversidade de cores, aromas e sabores para encantar todos que gostam de usufruir produtos de padrão diferenciado. Seu principal foco é a exploração turística da cervejaria, localizada em uma mais belas cidades do mundo: Florianópolis. Suas cervejas e chopes remetem ao estilo de vida do povo local e à cultura da Ilha da Magia. A palavra Kairós não reflete o passado, ou antecede o futuro, mas é o melhor instante no presente. Permita-se viver o agora!

Kapital Cream Ale, Boitatá Dry Stout, IPAguaçú, Miramar Weiss, Baleeira Red Ale, Rendeira Witbier.

Unika (Rancho Queimado)

Situada em Rancho Queimado, região serrana da Grande Florianópolis, produz 12 estilos de cervejas, divididos entre duas marcas: BRUXA, dedicada às cervejas da escola belga, e UNIKA, das escolas alemã e americana. Sua produção segue os mais altos padrões de qualidade e é comandada pelos premiados cervejeiros Vinícius Carpentieri e Ronaldo Dutra Ferreira.

Bruxa #1 Belgian Blond, Bruxa #5 Belgian IPA, Bruxa #11, Belgian Dubbel, Unika West Coast IPA, Unika, German Lager, Unika Black IPA, Unika Black IPA Coffee, Unika Session, Unika Double IPA.

Weinmann (São José)

Com receitas para orgulhar qualquer ‘Oma’, a cervejaria da família Weinmann, de São José, busca um sabor único e inconfundível. As cervejas são produzidas com 100% de malte, lúpulos de alta qualidade e carbonatação natural na garrafa, além de utilizarem sempre leveduras do tipo Ale, de alta fermentação.

Weinmann Weiss, Weinmann Smoked Ale, Weinmann Red Strong Ale, Weinmann Blond Ale.

The Liffey Brew Pub (Palhoça)

Localizada no Passeio Pedra Branca e famosa por fabricar as cervejas de forma artesanal, a marca é conhecida por sua matéria prima selecionada e com ingredientes mais do que especiais: paixão, criatividade e inovação. “Somos diferentes, somos inovadores, somos desafiadores, somos um IRISH BREW PUB!”

A Marca Liffey nasceu na Pedra Branca, em Palhoça, em 2013, e hoje possui duas unidades de negócio. O The Liffey Brew Pub é um autêntico brew pub que fabrica e comercializa suas cervejas no Passeio Pedra Branca, com entretenimento completo para apaixonados por cerveja de qualidade, gastronomia saborosa e para amantes do rock and roll. Já o Liffey Pub Truck é um charmoso beer truck com 10 torneiras diferentes de chopp, hoje localizado no esquina 42 food park no bairro Santa Mônica.

Liffey Pedra Branca – Witbier, Liffey Devil – Red Ale, Liffey Haka – NZ Lager, Liffey Black Jack – Dry Stout, Liffey Mustache – Imperial IPA, Liffey Paleoça – Best Bitter, Liffey Coroa Real – Catharina Sour (Abacaxi + Hortelã), Liffey Magali – Catharina Sour (Lançamento – Melancia + Gengibre), Liffey Asterix – Hidromel com Pêssego, Liffey Obelix – Hidromel com frutas vermelhas, Liffey Morena tropicana – Brown Ale com Caju e Manga.

Cervejaria da Lagoa (Florianópolis)

A produção começou em 2010, na panela de casa, na Lagoa da Conceição, como hobby. São cervejas dos mais diferentes estilos, como Ales e Lagers. Após alguns anos, a decisão foi produzir cerveja comercialmente. As cervejas são desenvolvidas na cozinha de casa, em levas de 25 litros. Uma vez acertada a receita, é hora de escalonar para um equipamento industrial. Cerveja produzida em microcervejaria, mas com alma caseira. A Cervejaria da Lagoa faz isso por paixão pela boa cerveja, por tudo que ela proporciona e por um compromisso com a qualidade.

Pilsen da Lagoa (Pilsen), Bitter da Lagoa (Special Bitter), Branquela Weiss (Hefeweizen), Güela Larga (Session IPA), Rufus (Amber Ale), Estauta (Dry Stout), La Dorada (American Wheat).

Sunset Brew (Tijucas)

Inaugurada em 2016 pelos sócios Eduardo Petry, Giovana Petry e Sheldon Cole e com a experiência do renomado cervejeiro James Jimenez, a fábrica da Sunset Brew conta com capacidade de produção de 24 mil litros por mês e iniciou as vendas com quatro estilos de cerveja: American India Pale Ale, American Pale Ale, American Lager e Saison. Em dezembro de 2016 foi lançada a cerveja sensação do verão, a Sunset Light Lager, uma versão mais leve e easy to drink, que está sendo um sucesso.

Sunset Lager, Sunset Light Lager, Sunset APA, Sunset IPA, Sunset Saison.

Kiezen Ruw (Guabiruba)

A Kiezen Ruw é uma cervejaria artesanal com produção capaz de surpreender os mais exigentes apreciadores da boa cerveja. A fábrica está localizada em uma área bucólica, entre as árvores e cachoeiras. Lá, são produzidas cervejas Pilsen, ESB, APA Bock, Blond Ale, Barley Wine, Witt Bier, Red Ale, Drystout e a Ipa.

Pilsen, APA, IPA, Red Ale, Bolnd Ale e ESB.


SERVIÇO

Floripa Beer Experience

Ingresso: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

Local:  CentroSul – Centro de Convenções de Florianópolis – Av. Gov. Gustavo Richard, 850 – Centro, Florianópolis – (48) 3251-4000

Data: 10 e 11 de fevereiro

Horários 

Sexta: 18h às 2h

Sábado: 17h às 2h

Shows

Sexta: Time Bomb (rock) e Samba CEFID

Sábado: The Jovens, Otávio Marcolla Blues Band e Get Back

Amplo estacionamento no local

Veja mais em:

facebook.com/FloripaBeerExperience

caminhocervejeiro.com.br

Sucesso faz Festival da Cerveja voltar ao Centro de Eventos de Canasvieras

Cada microcervejaria participante do Festival da Cerveja possui suas receitas próprias. Com qualidade e inovação, produzem vários estilos de cerveja, para agradar a todos os gostos. O público encontrará as cervejas que seguem a Lei de Pureza Alemã; as inspiradas no judô e no rock and roll; as irlandesas, que valorizam a tradição de Saint Patrick; as belgas, com características dos mosteiros; as manezinhas, que resgatam a tradição açoriana da região, além das cervejas e chopes de vanguarda e sazonais, que valorizam eventos e tradições de diversas regiões do mundo.
Ampe Metropolitana
A Ampe Metropolitana – Associação dos Empreendedores de Micro e Pequenas Empresas e dos Empreendedores Individuais da Região Metropolitana de Florianópolis, foi fundada em 09 de Abril de 2010. Atua para fortalecer o segmento no mercado, contribuindo para o aumento da competitividade e do desenvolvimento profissional e econômico da região. Com microcervejarias entre as empresas associadas, é uma das precursoras do Caminho Cervejeiro, ao lado da União Cervejeira e Sebrae, com quem mantém diversas parcerias.
União Cervejeira
Criada em 2014, a União Cervejeira tem como objetivo criar um importante polo do segmento na região, através da promoção da cultura cervejeira, em ações tanto para o consumidor local, quanto para o turista. A entidade realizou em 2015 e 2016 a Beer Week Grande Floripa, no Centro Multiuso de São José, com grande sucesso de público.

SERVIÇO

 Festival da Cerveja da Grande Florianópolis

Ingresso: Gratuito

Local: Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira -Canasvieiras – Florianópolis (SC)

Data: 12 a 14 de janeiro

Horário: 17h à meia-noite.

Evento anexo a MultiFeira de Verão

caminhocervejeiro.com.br

facebook.com/projetocaminhocervejeiro

Marque sua presença no evento

FESTIVAL DA CERVEJA DA GRANDE FLORIANÓPOLIS TERÁ GASTRONOMIA E UM SHOW POR DIA EM CANASVIEIRAS

De 5 a 7 de janeiro, no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira, em Canasvieiras, evento terá mais de 30 rótulos, de oito cervejarias que fazem parte da rota turística Caminho Cervejeiro

Com entrada gratuita, as atrações do Festival da Cerveja da Grande Florianópolis irão além dos mais de 30 rótulos, de oito microcervejarias da região. De 5 a 7 de janeiro, no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira, em Canasvieiras, na capital catarinense, o evento terá shows com as bandas Palikas Forever (quinta-feira, com sucessos dos anos 80), Swing Maneiro (sexta-feira, com samba) e iTonels Beach Band (sábado, com rock e pop nacional), todos com início às 20 horas. Uma praça de alimentação completa terá hamburgueria, pizzaria, creperia, calzones, hot-dogs, enroladinhos e sorvetes. A realização é da Ampe Metropolitana, União Cervejeira e Sebrae.

Turistas e moradores da Grande Florianópolis poderão conhecer em um só local a produção das cervejarias Faixa Preta, Badenia, Cozalinda, Da Ilha, Jester, Kairós, The Liffey, Unika e Weinmann, que integram o Caminho Cervejeiro. A recém-criada rota turística tem como objetivo estimular a visita às unidades de produção e microcervejarias, com apreciação das cervejas locais, integração com gastronomia e outros atrativos da região. O Caminho Cervejeiro é uma iniciativa da União Cervejeira e Ampe Metropolitana, com apoio do Sebrae.

Cada microcervejaria participante do Festival da Cerveja possui suas receitas próprias. Com qualidade e inovação, produzem vários estilos de cerveja, para agradar a todos os gostos. O público encontrará as cervejas que seguem a Lei de Pureza Alemã; as inspiradas no judô e no rock and roll; as irlandesas, que valorizam a tradição de Saint Patrick; as belgas, com características dos mosteiros; as manezinhas, que resgatam a tradição açoriana da região, além das cervejas e chopes de vanguarda e sazonais, que valorizam eventos e tradições de diversas regiões do mundo.

Ampe Metropolitana

A Ampe Metropolitana – Associação dos Empreendedores de Micro e Pequenas Empresas e dos Empreendedores Individuais da Região Metropolitana de Florianópolis, foi fundada em 09 de Abril de 2010. Atua para fortalecer o segmento no mercado, contribuindo para o aumento da competitividade e do desenvolvimento profissional e econômico da região. Com microcervejarias entre as empresas associadas, é uma das precursoras do Caminho Cervejeiro, ao lado da União Cervejeira e Sebrae, com quem mantém diversas parcerias.

União Cervejeira

Criada em 2014, a União Cervejeira tem como objetivo criar um importante polo do segmento na região, através da promoção da cultura cervejeira, em ações tanto para o consumidor local, quanto para o turista. A entidade realizou em 2015 e 2016 a Beer Week Grande Floripa, no Centro Multiuso de São José, com grande sucesso de público.

Conheça as cervejarias e os rótulos de cada uma no Festival da Cerveja:

Faixa Preta

O que judô e cerveja têm em comum? A resposta é muito simples: paixão. Localizada em Santo Amaro da Imperatriz, a Faixa Preta é uma cervejaria Rock and Roll bem descolada, que lembra suas origens através do slogan “Beba essa Arte”. Com uma produção disciplinada como a arte marcial na qual se inspira, segue uma regra: produzir uma cerveja faixa preta para um público exigente.

No Festival: Hajime – Pilsen, Grand Shihan – Weiss, Dragon Rock – Dunkel Weiss e Lord Dan – Dubbel.

Badenia

A Cervejaria Badenia, de Santo Amaro da Imperatriz, produz seus chopes com maltes e lúpulos especialmente selecionados e importados da Alemanha. Aliados às famosas águas da Serra do Tabuleiro, conferem um sabor único e especial à bebida que é produzida rigorosamente de acordo as regras da Lei da Pureza Alemã, de 1516.

No Festival: Munique Helles, Greifenbier Munique Dunkel e Greifenbier Badische Weisse (cerveja de trigo).

Cervejaria da Ilha

A Cervejaria da Ilha, de Florianópolis, deve ser lembrada como sinônimo de tradição e qualidade. A cervejaria mais antiga da Grande Florianópolis, fundada em 1999, vem com esse espírito de pioneirismo para apresentar ao público cervejas que representam o maior atrativo de Florianópolis: as suas belas praias.

No Festival: Joaquina Weizen, uma cerveja de trigo, refrescante como o mar da Joaca; a Ingleses Pale Ale (IPA) e o Chopp Ilhéu (Pilsen).

Cervejaria Cozalinda

A manezinha Cozalinda nasceu para brindar à Ilha da Magia, com cervejas tão artesanais quanto a renda de bilro e tão especiais quanto o pôr do sol do Sambaqui.

No Festival: com Floripa IPA e Curió Witbier.

Jester

A premiada Jester, de Águas Mornas, tem uma grande variedade de cervejas, de alta qualidade e feitas para atender aos mais diversos paladares.

No Festival: Pilsen (bronze no Festival Brasileiro de Cerveja de Blumenau, em 2015), APA, IPA e Flanders Red Ale (prata Festival Brasileiro de Cerveja de Blumenau, em 2016).

Kairós

A Cervejaria Kairós oferece uma diversidade de cores, aromas e sabores para encantar todos que gostam de usufruir produtos de padrão diferenciado. Seu principal foco é a exploração turística da cervejaria, localizada em uma mais belas cidades do mundo: Florianópolis. Suas cervejas e chopes remetem ao estilo de vida do povo local e à cultura da Ilha da Magia. A palavra Kairós não reflete o passado, ou antecede o futuro, mas é o melhor instante no presente. Permita-se viver o agora!

No Festival: Kapital Cream Ale, Boitatá Dry Stout, IPAguaçú e Miramar Weiss. A Kairós fará promoções entre os participantes, que serão selecionados e levados de van para uma visita à fábrica, localizada a 5 minutos do local.

Unika Cervejaria

Situada em Rancho Queimado, região serrana da Grande Florianópolis, produz 12 tipos de cervejas, divididos entre duas marcas: BRUXA, dedicada a cervejas da escola belga, e UNIKA, das escolas alemã e americana. Sua produção segue os mais altos padrões de qualidade e é comandada pelos premiados cervejeiros Vinicius Carpentieri e Ronaldo Dutra Ferreira.

No Festival: Bruxa Belgian Blond, Bruxa Tripel, Bruxa Dubbel, Unika West Coast IPA, Unika Black IPA, Unika Coffee Black IPA, Unika German Lager, Unika Session IPA e Unika Double IPA.

Cervejaria Weinmann

Com receitas para orgulhar qualquer ‘Oma’, a cervejaria da família Weinmann, de São José, busca um sabor único e inconfundível. As cervejas são produzidas com 100% de malte, lúpulos de alta qualidade e carbonatação natural na garrafa, além de utilizarem sempre leveduras do tipo Ale, de alta fermentação.

No Festival: Pale Ale, Weiss, Smoked Ale e Red Strong Ale, elaborada com um blend de três maltes de cevada importados.

SERVIÇO

Festival da Cerveja da Grande Florianópolis

Ingresso: Gratuito

Local: Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira -Canasvieiras – Florianópolis (SC)

Data: 5 a 7 de janeiro

Horário: 17h à meia-noite.

Shows a partir das 20h:

Quinta-feira: Palikas Forever (sucessos dos anos 80)

Sexta-feira: Swing Maneiro (samba)

Sábado: iTonels Beach Band (rock e pop nacional)

Evento anexo a MultiFeira de Verão

caminhocervejeiro.com.br

facebook.com/projetocaminhocervejeiro

Diário Catarinense

Matéria sobre o Caminho Cervejeiro publicada no DC de 29/04/2016.

Vitrine Gastronômica da FIMAR

Participação na Vitrine Gastronômica da FIMAR em Itajai em 06 de maio de 2016

Festival Brasil Sabor

Participação no Festival Brasil Sabor na noite das cervejas artesanais em parceria com ABRASEL.

AMPE Metropolitana

Participação das cervejarias na Posse da Nova Diretoria da AMPE Metropolitana em 30 de junho de 2016 –http://www.ampemetropolitana.com.br/#!Piter-Santana-assume-presidência-da-AMPE-Metropolitana-e-anuncia-novidades-para-o-crescimento-da-entidade/c1j8p/577a66880cf22a49acefe5f6

Evento de Encerramento dos Projetos Coletivos do Sebrae-SC Grande Florianópolis

AMPE Metropolitana participou na última semana do Evento de Encerramento dos Projetos Coletivos do Sebrae-SC Grande Florianópolis, onde tivemos a participação do nosso presidente Piter Santana e do Presidente da União Cervejeira, Responsáveis pelo projeto Caminho Cervejeiro.

Sucesso fez Festival da Cerveja ter duas edições

Foram mais de oito mil pessoas, mais de 40 rótulos de cerveja, seis shows e um ambiente de festa para apreciar nossa reconhecida produção local. As duas primeiras edições do Festival da Cerveja da Grande Florianópolis, realizado no Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira, em Canasvieiras, entraram para o calendário de verão da Capital ao marcar o lançamento do Caminho Cervejeiro, rota turística criada pela Ampe Metropolitana e União Cervejeira, com apoio do Sebrae. Era para ter sido só um evento, de 5 a 7 de janeiro. Mas o sucesso foi tão grande, que o público pediu e teve bis, entre os dias 12 e 14. Participaram as microcervejarias Faixa Preta, Badenia, Cozalinda, Da Ilha, Jester, Kairós, Unika e Weinmann,. A realização foi da Ampe Metropolitana, União Cervejeira e Sebrae.

Veja o que disseram os cervejeiros:

“O Evento que lançou o Caminho Cervejeiro é a prova que juntos somos capazes de mostrar o verdadeiro sentido da União, que não é o de concordar em tudo, mas sim, olharmos para a mesma direção, com respeito às diferenças.  Mesmo quem não pode participar, prestigiou e apoiou os colegas. Agradeço a todos e agradeço aos organizadores,  Sebrae e Ampe. Que tenhamos muitas oportunidades como essa”. Renildo Nunes, da cervejaria Faixa Preta e presidente da União Cervejeira

“O evento foi um sucesso e ficamos muito satisfeitos em poder mostrar nossos produtos para tanta gente. Graças ao esforço do Sebrae, da Ampe e de nossa União. Obrigado a todos. Ao Piter, ao Alcides, ao Vanderley, ao Otto e a toda a equipe que com muita competência fez acontecer. Estamos no caminho certo: o Caminho Cervejeiro”. Luciano Andriani – Cervejaria Únika

-->